A Eflorescência é uma patologia da construção, o fenômeno ocorre em materiais porosos geralmente em consequência de infiltrações.

A água ao entrar em contato e dissolver sais presentes no cimento (principalmente Hidróxido de Cálcio Ca (OH)2), os transporta para a superfície durante a evaporação.

Posteriormente na superfície em contato com o Dióxido de Carbono presente no ar ocorre a solidificação surgindo assim crostas ou até mesmo pequenas estalactites geralmente de cor branca podendo ocorrer também em tons mais escuros.

Para remover estas crostas podem ser utilizados ácidos (diluídos na proporção indicada pelo fabricante) e posterior lavagem com água em abundância, podem ser também removidos com auxílio de uma espátula, escova de aço, palha e aço.

É possível também encontrar no mercado produtos próprios para esta finalidade.

Conforme dito a eflorescência ocorre devido a água entrar em contato com sais presentes no cimento e os dissolver, estes sais podem estar presentes em maior ou menor quantidade em alguns materiais, assim favorecendo ou não o aparecimento de manchas.

Outros fatores que contribuem são excesso de água no preparo do concreto ou argamassa, impurezas presentes nos materiais (areia principalmente), fissuras nas estruturas que permitam que a água se infiltre com facilidade trazendo assim para a superfície os sais dissolvidos.

A melhor maneira de evitar a ocorrência de eflorescências está na correta escolha do tipo de cimento para cada trabalho, alguns cimentos são menos porosos dificultam a passagem da umidade, podem também conter menor teor de hidróxido de cálcio, veja mais sobre tipos de cimento nesta postagem Tipos de Cimentos e suas aplicações.

Correta dosagem do concreto ou argamassa

Utilização de aditivos impermeabilizantes

Impermeabilização de área molhadas

Utilização de cerâmica e rejunte de boa qualidade

Manutenção periódica e troca e rejunte quando necessário.

Apesar de parecer algo de menor importância as eflorescências causam forte impacto visual, em estágios avançados podem comprometer a integridade as estruturas de concreto armado.

Ao infiltrar a umidade leva sais e outros elementos oxidantes que em contato com o aço das armaduras causam oxidação e posteriormente a corrosão.0

O engenheiro civil ou arquiteto é o profissional mais indicado para auxiliar na identificação e tratamento da causa dessa patologia da construção.

Dúvidas?

Contate-nos

Eng. Civil Técnico em Edificações Apaixonado por tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.